Usuário: 
Senha: 
Filie-se
  Esqueceu sua senha?
 
     

Convite para curso com inscrições gratuitas - Leituras da Cidade II, na UFRGS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

FACULDADE DE EDUCAÇÃO /PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO/ DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO

 

 

Curso de Formação de Educadores:

 

Leituras da Cidade II

 

PROFESSORA COORDENADORA: Zita Rosane Possamai

 

APRESENTAÇÃO

Curso de Educação para o patrimônio com vistas à formação de educadores, visando proporcionar leituras do Centro Histórico de Porto Alegre com vistas à incorporação dessa temática no processo pedagógico.

 

PARTICIPANTES POTENCIAIS:

Alunos dos cursos de História e Museologia da UFRGS, professores da rede pública e privada de Porto Alegre.

 

OBJETIVOS

- Sensibilizar os educadores a incluírem no seu programa de ensino as questões relacionados à cidade, sua memória e seu patrimônio;

- Possibilitar o acesso à leitura do centro histórico de Porto Alegre em suas múltiplas abordagens temporais ou temáticas;

- Construir coletivamente metodologias que permitam aos educadores se apropriarem do centro histórico;

- Propiciar aos educadores que já trabalham com a temática da cidade novas perspectivas, abordagens e metodologias de aprendizagem;

 

CARGA HORÁRIA: 40 horas/aula; encontros às terças-feiras, 8h30min-12h, conforme cronograma.

 

PERÍODO DE REALIZAÇÃO: abril a julho de 2010

 

LOCAL: Sala 101 - Faced/UFRGS e saídas de campo com local a combinar

 

NÚMERO DE VAGAS: 80

 

INSCRIÇÕES: através do e-mail leiturasdacidade2@gmail.com

 

REALIZAÇÃO: UFRGS/FACED; Prefeitura de Porto Alegre/SMC/Projeto Monumenta Porto Alegre

 

APOIO: Centro Histórico-Cultural Santa Casa; Coordenação da Memória Cultural (PMPA/SMC); APERS; Memorial do Mercado Público; Arquivo Histórico de Porto Alegre

 

 

JUSTIFICATIVA

 

O ensino da história de Porto alegre compõe o currículo do ensino fundamental, sendo, assim, uma das preocupações de educadores que necessitam recorrer a material didático e metodologias capazes de apreender a cidade. O estudo da cidade geralmente restringe-se exclusivamente ao espaço da sala de aula e os recursos pedagógicos utilizados limitam-se aos materiais didáticos bidimensionais. E, no entanto, a cidade está lá fora. Com suas ruas, praças, avenidas, monumentos, a cidade é um mosaico de imagens, cores e sons, vivenciada pelos educadores e educandos, mas alheia a sua própria investigação quando se deseja melhor conhecê-la.

Muitas razões certamente poderiam ser encontradas para explicar tal paradoxo. Para os objetivos deste projeto, levar-se-á em conta a dificuldade metodológica de apreensão da cidade. A cidade não se dá a ver ao transeunte apressado que a vivencia no seu cotidiano.  Neste caso, a cidade se revela nos significados subjetivos da sua relação com os espaços que se apropria.

Com este projeto o objetivo é ir além das apropriações pontuais e subjetivas, buscando leituras da cidade que propiciem seu melhor conhecimento, seja a partir da sua trajetória ao longo do tempo, da configuração do seu patrimônio arquitetônico, artístico ou arqueológico. A partir destas diferentes leituras, os educadores poderão exercitar posteriormente com seus alunos e alunas essas e outras possibilidades de melhor conhecer Porto Alegre.

 

ASPECTOS CONCEITUAIS

 

Essa formação se constituirá na intersecção entre memória, patrimônio e educação.

Memória concebida como uma construção social, intimamente relacionada com o aqui e agora dos indivíduos e com as redes de relações que se tecem nos grupos, sejam estes a família, os amigos, a escola, os moradores da rua. Tudo que é lembrado tem algum significado especial na vida das pessoas ou dos grupos sociais, principalmente do ponto de vista afetivo. Essa memória afetiva, das emoções está próxima das pessoas e não é necessário qualquer movimento no sentido da necessidade de sua conservação, pois está cotidianamente sendo construída nas relações interpessoais.

O mesmo não se pode dizer da memória histórica, aquela externa às pessoas e construída a partir de um esforço de construção de uma inteligibilidade sobre a trajetória ao longo do tempo. A história, neste aspecto, torna-se restrita a um seleto grupo de especialistas, necessitando de um esforço maior para ser apropriada pelos grupos de forma mais ampla. O mesmo pode-se afirmar em relação ao patrimônio. Enquanto for concebido apenas como um conjunto de bens que representam a nacionalidade, a região ou a cidade dificilmente será apropriado por uma gama maior de pessoas. Ao contrário, deve ser problematizado também ele como um constructo social, forjado nas relações sociais e que guardam um sentido na sua configuração e está aberto à elaboração de novos significados. Daí a definição do antropólogo mexicano Nestor Canclini de que “o patrimônio é um campo de conflitos entre as etnias, as classes e os grupos” ser a que melhor expressa  a noção que não empedra o patrimônio em exemplares arquitetônicos ou monumentais, mas o submete à crítica, transformando-o em documento da época e da sociedade que o criou. 

A partir destas considerações conceituais, as ações educativas voltadas ao patrimônio colocam-se como construções abertas, como processo de elaboração de leituras sobre a cidade, sua memória e seu patrimônio. Neste processo interagem memória coletiva e história. Neste sentido, metodologicamente não há receitas prontas ou métodos que possam ser aplicados acriticamente a qualquer contexto ou a qualquer grupo de educandos. É a situação local, com suas especificidades históricas, culturais e sociais, que determinará a metodologia a ser seguida, a partir do contato com leituras propostas.

 

METODOLOGIA

 

A formação visará propiciar a busca de metodologias capazes de encontrar caminhos à indagação: como ler o centro histórico? Terá um formato de curso de formação, composto de dois momentos: aulas teóricas ministradas por diferentes profissionais que lidam com a temática da história de Porto Alegre e aspectos relacionados; saídas a campo, através de saídas orientadas, enfocando aspectos específicos da trajetória do Centro Histórico: arquitetura, arqueologia, lugares, museus.

  

 

CRONOGRAMA

 

ABRIL

13/04 Memória e esquecimento na história de Porto Alegre Charles Monteiro - (PUCRS) Zita Possamai (FACED/UFRGS);

20/04 Arqueologia da Cidade – Fernanda Tocchetto (PMPA) e Alberto Tavares (Projeto Monumenta) (saída a campo)

27/04 Patrimônio arquitetônico do Centro histórico – Luis Antonio Bolcato Custódio (IPHAN/ PMPA) (saída a campo)

 

 

MAIO

11/05 Percursos Étnicos: caminhos do indígena – Maria Aparecida Bergamaschi (Faced/UFRGS) e Verá

 18/05 Educaçao para o patrimônio – Alice Benvenutti (Museu do Trem/ São Paulo Leopoldo), Naida Meneses (Projeto Personagens do Centro histórico)

25/05 A cidade e o ensino – Fernando Seffner (FACED/UFRGS), Nilton Mullet (FACED/UFRGS), Hilda Jaqueline Fraga (FACED/UFRGS)

 

JUNHO

01/06 Possibilidades metodológicas de Ação Educativa para o Patrimônio (saída de campo)

08/06  Possibilidades metodológicas de Ação Educativa para o Patrimônio (saída de campo)

15/06 Possibilidades metodológicas de Ação Educativa para o Patrimônio (saída de campo)

 

JULHO

6/07  Avaliação e encerramento.

 

OBS: Cronograma sujeito a alterações.

 

 

 

Inscrição: copie a ficha em arquivo em separado, preencha e envie para o e-mail  leiturasdacidade2@gmail.com e aguarde que entraremos em contato, após seleção dos candidatos.

 

As inscrições são gratuitas.

 

Ficha de Inscrição Leituras da Cidade II

Nome:

E-mail:

Telefone:

Atividade docente exercida (escola, nível de ensino):

Justifique o interesse em realizar o curso, relacionado-o à  prática docente (10 linhas)

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



Zita Possamai
FABICO/UFRGS
PPGEDU/FACED
www.zita-possamai.blogspot.com


 
Data:
 
  Rua Caldas Júnior, 20 - Sala 24 - Porto Alegre/RS - CEP 90010-260
E-mail e MSN: anpuhrs@anpuh-rs.org.br
Desenvolvido por:
Layout por:
 Dype Soluções
 Paulo Paixão